sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Mesa Reservada para Diogo Wendling - Território do Vinho

Oii gente, bom dia!! A tão esperada Sexta-feira chegou e com ela mais uma Mesa Reservada! :)

A Mesa Reservada de hoje é com um conterrâneo.
O Diogo é de Campo Grande - MS e é dono de um dos Restaurantes mais conhecidos e comentados de CG - Território do Vinho.





Convidei o Diogo para participar há um tempo atrás mas por incompatibilidade de agendas só agora conseguimos "encaixar" a Entrevista dele aqui no Menu, mas já adianto que ficou super completa e muito boa. Espero que vocês também gostem.
Modifiquei um pouco as perguntas da Entrevista porque o Diogo é Enólogo e eu quis aproveitar para "aprofundar" as perguntas nesse tema.

Vamos conhecê-lo melhor?



Mesa Reservada para Diogo Wendling:

1.    Nome?  Diogo Wendling                               
2.    Idade? 33 anos
3.    Profissão? Empresário e Enólogo
4.   Uma breve descrição sobre você/Território do Vinho:
 Eu mudei literalmente da água pro vinho, ou do sapato pro vinho (rsss). Até 2006 eu era proprietário da Sapataria do Futuro no Shopping Campo Grande, em 2006 vendi a empresa, tranquei a faculdade e mudei para os EUA, mais precisamente Santa Barbara na Califórnia. 
Lá descobri minha paixão pelo vinho, comecei trabalhando com ajudante de garçom em um belo restaurante italiano, Trattoria Mollie, onde conheci um grande amigo, Marco Belli, um italiano da Toscana, que me apresentou para a enogastronomia daquela região, ele foi uma espécie de mentor no mundo dos vinhos italianos naquela época.
 Depois comecei a fazer cursos de vinhos no Santa Barbara City College, até que decidi assumir o vinho como um projeto de vida, foi quando mudei para Napa Valley em busca de mais conhecimento e experiência. Lá ingressei na Universidade de Napa Valley, onde estudei Viticultura e Enologia com ênfases em Marketing do Vinho e trabalhei em alguns restaurantes e vinícolas, entre eles o renomado Bottega do Chef celebridade Michael Chiarello.
 No ultimo ano do curso, comecei a desenvolver um business plan para a produção de vinhos em diversos países com foco no mercado consumidor do Brasil. Em janeiro de 2010 mudei de volta para o Brasil e fui em busca de parceiros para concretizar meu projeto. Por sorte ou destino, voltei para Campo Grande, onde juntamente com uma amigo montei o Território do Vinho.
 O que antes era pra ser apenas uma adega, hoje se transformou em uma Adega Gourmet, uma casa que une o vinho a gastronomia de uma forma simples, fácil, direta e gostosa, sem frescuras ou protocolos. Dessa forma conseguimos aproximar o vinho das pessoas, fazendo com que as pessoas perdessem o medo de conhecer o mundo do vinho e encantá-las com tantas maravilhas que vem desse néctar dos Deuses.
 5.    Cidade? 
Alba, Piemonte/Itália. Uma pequena cidadezinha ao norte da Itália, onde você encontra maravilhosos vinhos, como o Barolo e Barbaresco, alem é claro de uma gastronomia divina, com suas trufas brancas e negras que dão água na boca de quem as prova.
 6.   Doce ou Salgado? 
Prefiro salgado, principalmente pratos com diferentes sabores e texturas, gosto de descobrir as varias camadas que se apresentam em um prato.
 7.    Quente ou Frio? 
Quente. Sinto mais o sabor quando é quente, até mesmo um vinho quando esta muito gelado não ee bom para beber, os aromas e sabores ficam mascarados e vocês não consegue sentir seu verdadeiro prazer.
8.   Entrada favorita?
 Bruschettas, de qualquer sabor. Acho ela super versáteis e gostosas, alem de serem bastante democráticas, você pode dividir com as outras pessoas e podem serem feitas com qualquer ingrediente. Vai bem com vinho, cerveja, suco, tudo.
 9.   Prato Principal favorito? 
Risoto de Funghi, principalmente o que minha mãe faz, é delicioso, simples e com muito sabor, o segredo do bom risoto esta no caldo, e isso ela sabe preparar muito bem. Gosto de todos os tipos de cogumelos, tanto os frescos como os secos, gosto também de risoto de funghi com azeite de trufas brancas, acompanhado de um Tingnanello, é simplesmente perfeito!
 10. Sobremesa favorita? 
Sorvete, simples assim. Quando acompanhado de chocolate e amêndoas gosto mais ainda. Tomo sorvete até no inverno.
 11.  Não consegue ficar sem comer?
Carnes, não consigo ficar sem comer por muito tempo. Gosto mais ainda quando acompanhado de um delicioso risoto, acho a combinação perfeita.
 12. Não consegue ficar sem beber?
 Vinho e Café. Tomo uma taça todos os dias e café o tempo todo, de manha, depois do almoço, a tarde e a noite pelo menos umas 2 xícaras.
 13. Qual tipo de vinho tem mais aceitação no Território, Branco, Tinto etc...?
 Tinto da Argentina e Chile, principalmente o Malbec e o Carmenere. Acho que esses vinhos caíram no gosto dos campo-grandenses por uma questão de logística, preço e paladar, muitos vão para o Chile e Argentina e visitam as vinícolas e tomas bastante vinho por lá, fora que o preço desses vinhos no Brasil são bem mais em conta que os europeus, já que são isentos da taxa de importação. Outra questão é o paladar do brasileiro, nós gostamos de sabores mais intensos e esses vinhos proporcionam isso, eles tem mais fruta, bastante tanino, são mais encorpados, menos ácidos e fáceis de beber.
 14.  Que tipo de Prato harmoniza melhor com um Vinho Branco e com um Vinho Tinto?
 Regra clássica é vinho branco com carnes brancas e vinho tinto com carnes vermelhas, porém a harmonização não se dá apenas com carnes, mas sim com todos os tipos de pratos. Pode-se fazer por contraste, onde harmonizamos comida picante como a Chinesa com vinhos suaves e aromáticos, como o Riesling, ou por cores, comidas escuras com vinhos mais escuros e comidas claras com vinhos claros, ou por complemento, essa eu acho a melhor, afinal o que vai prevalecer é o seu paladar, a reação química que acontece na boca da gente quando comemos é única, por isso devemos observar quando bebemos um vinho acompanhado de uma comida e fazer as seguinte perguntas: Como ela age na boca? Fica mais acido ou menos? Mais picante ou menos? Mais amargo ou menos? Quanto mais harmonia entre os sabores e aromas melhor. O vinho e a comida é como uma casamento, um completa o outro, e quanto mais harmonia entre os dois melhor.
 15. Restaurante favorito (Brasil e Exterior)? 
No Brasil sou fa do Piselli em São Paulo, não só pela comida, mas pelo atendimento, sou amigo do gerente e sommelier, isso melhora e muito sua relação com a casa, alem da história do restaurante, onde o dono, Juscelino Pereira, foi garçom e hoje é sócio em varias casas de sucesso lá. Já no exterior gosto muito do Bottega em Napa Valley, alem de ser onde trabalhei, gosto muito do conceito da casa e do trabalho do Chef Michael Chiarello, ele é descendente de italianos e apaixonado pelo que faz, nunca vi um cara tão preocupado na satisfação dos clientes como ele, alem de cozinhar muito bem e ter o foco no sabor dos pratos.
 16. Alguma comida que não comeria ou não repetiria? 
Já comi quase de tudo, mas não repetiria buchada, não gosto do sabor, da textura e muito menos da aparência. rss
 17. Qual seu melhor prato? 
Os risotos. Nós evoluímos com os risotos, desde a outra casa nosso foco sempre foi nele, já fizemos mais de 70 tipos de risoto, todos os tipos de combinação e sabor, alguns não muito bom e outros excelentes, acho que a pratica leva ao aperfeiçoamento. Estamos melhorando todos os dias, é um aprendizado sempre e quando se faz com paixão tudo fica melhor.
 18. Qual o melhor Vinho que já degustou? 
Foi um Sassicai 1997, do famoso produtor Tenuta San Guido, ele é um super-toscano, com 85% Cabernet Sauvignon e 15% Cabernet Franc. Tomei esse vinho no meu aniversário em 2007 em Santa Barbara, o vinho tinha 10 anos e foi uma das melhores safras dele, foi simplesmente uma das melhores experiência que tive com vinho.
 19.  Prefere sair para comer ou cozinhar em casa? 
Sair é claro, apesar de sair muito pouco, porque não tenho tempo e trabalho todos os dias até muito tarde, com exceção do domingo, sempre que viajamos, eu e a Bianca, buscamos conhecer diferentes restaurantes e provar o que há de melhor em cada lugar. Essas experiências gastronômicas ficam marcadas para sempre em nossa memória.

Gostaram?? 
Eu adorei!

Obrigada mais uma vez Diogo! O Menu da Déh agradece sua participação!

Beijos
Déh

Um comentário:

  1. Diogo... grande pessoa e excelente empresário. Além de corajoso e empreendedor, corajoso por investir em Campo Grande em uma área que poucos investiriam, a enologia... e corajoso pelo mesmo motivo. Pessoa amável e bom companheiro, herança de família já que é filho de Tereza Hilcar e Fernando wendling. Nem preciso falar mais nada, sou fã desse cara, ele é muito bom no que faz. Grande abraço.

    ResponderExcluir

Déh:

Déh:

Menu da Déh é:

A idéia de fazer algo relacionado à Culinária é antiga, mas a coragem surgiu agora.
Quero dividir com vocês meus sabores e os sabores que provo e aprovo por aí.
Esse Blog será um "caderninho" de Receitas, algumas minhas e outras repetidas por mim, será também um lugar onde colocarei "Dicas" de Restaurantes, Bares, Padarias, qualquer local que esteja ligado a Comida, que é meu maior Pecado.
Não posso prometer Posts diários, mas me esforçarei para trazer novidades sempre.
Beijos,

@menudadeh

@menudadeh
Siga no Instagram
Tecnologia do Blogger.

Curta a Fan Page do Menu da Déh!

Instagram

Siga o Menu da Déh:

Arquivo do blog

Pesquisar